top of page
  • Márcia Mesquita

Como você lida com a sobrecarga mental e desgaste emocional?



Muitas vezes, a correria do dia-a-dia nos coloca no piloto automático e não nos permite pensar com clareza, assertividade e, muito menos, manter o foco. Quando percebemos, estamos sendo pouco produtivos, com a agenda lotada de atividades e poucos resultados de fato. Quadro muito comum, que enfraquece a criatividade mental e abala o estado emocional.

Considerando que tudo nasce na mente, qualquer objetivo que desejamos alcançar, seja pessoal ou profissional, antes precisa passar por um ajuste na mente para que também possa alinhar o emocional e, consequentemente, reproduzir os resultados desejados.

Procurar entender como acontece este processo interior, usar recursos apropriados para otimizar a capacidade cognitiva, agindo com uma consciência mais desperta e clara, representa força, autonomia e direcionamento.

Por isso, o primeiro passo é sempre para dentro. Não adianta pensar em mil ações e produtividade quando o estado mental está sobrecarregado e, geralmente, exausto. Saber parar, organizar os pensamentos e perceber-se no contexto é fundamental para, então, planejar, agir e focar na direção certa.

Eu sempre ressalto o quanto é importante saber “descarregar a mente”. Trazer seus pensamentos para uma dinâmica visual. Ou seja, anote tudo. Faça listas. Planeje de forma organizada. GERE CLAREZA. Seu estado emocional também agradece.

Primeiramente, eu diria para usar Mapas Mentais, claro. É o mais eficaz para isso. Mas, qualquer recurso, que seja possível visualizar o que se passa na mente e não ficar sobrecarregando seu processo cognitivo, vai ajudar. Pode ser caneta e papel, word, bloco de notas do celular etc. Experimente. Uma ferramenta que você possa “acessar” e “organizar” os pensamentos fará muita diferença.


Como eu faço para ser clara, produtiva, mais assertiva e manter o foco nos resultados almejados, com positividade?


  1. Eu penso antes. Ou seja, eu dedico uma boa dose de energia para construção e organização do pensamento criativo. Tenho tudo devidamente mapeado com Mapas Mentais anuais, mensais e semanais. Além dos mapas de projetos em andamentos e os que ainda estou planejando. Uma vez liberada a ideia ou informação da mente, conseguimos abrir espaço em nosso “HD” para novos "insights" e, finalmente, relaxar com a certeza de que tudo está em seu devido andamento.

  2. Da mesma forma que, durante uma viagem, consultamos um mapa para não errar o caminho, eu sempre verifico meus Mapas Mentais para saber se estou na direção certa dos meus objetivos. O que me permite realizar atividades realmente relevantes para isso, sem ficar gastando energia revisitando os mesmos pensamentos por incontáveis vezes.

  3. Como utilizo uma plataforma on-line para a construção de Mapas Mentais ou aplicativos, como To Do, posso acessar onde estiver, para acompanhar a "trajetória", fazer ajustes necessários, sempre que lembrar de algo, surgir uma nova ideia ou simplesmente sinalizar tarefas concluídas. Amo esta parte.

  4. É muito importante não tornar nada “engessado”. Ou seja, planos podem ser revisados, ajustados e modificados. Não precisam ser sentenças, que também aprisionam a mente. O objetivo é atuar sobre nossos modelos mentais e nos colocar como protagonistas na criação da própria realidade. Observe seus sentimentos em relação ao que está pensando, planejando e realizando. Eles sempre indicam a conformidade ou não das suas escolhas. Ao identificar qualquer tipo de pensamento destrutivo, imediatamente substitua por um pensamento construtivo.

Assumir um estado mental positivo determina a harmonia das atividades internas (mente) com as externas (ações). É essencial "colocar a mão na massa" e abrir os arquivos do "pensar". Saber mapear as ideias, fazer uma boa gestão do processo criativo e decidir priorizar as informações e aprendizados que estão alimentando sua mentalidade.

Lembre-se: por mais que não seja facilmente percebido, tudo no ser humano é resultado de um padrão pré-estabelecido. Para obter resultados satisfatórios é necessário alinhar o que a mente está criando com as perspectivas projetadas. Este é o único controle que podemos ter. É o que nos prepara para agir com mais clareza e inteligência nas situações que não estão sob o nosso controle.

コメント


Posts recentes

Inscreva-se no Mailling

para ser notificado sempre que houver uma nova publicação.

Obrigada! Você será atualizado sobre nossas publicações. Lembre de verificar sua caixa de SPAM e marcar nossos e-mails como CONFIÁVEL.

Entre em contato com Márcia Mesquita pelo whatsapp.
  • Facebook
  • Instagram
bottom of page